SINDCONSTRUCIVIL – MA

Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil, Construção Pesada-Infraestrutura, Mobiliário, Artefatos de Cimento, Obras de Arte, Instalações Elétricas, Montagens e Manutenções Industriais, Construção e Manutenção de Rodovias, Ferrovias e Engenharia Consultiva

Ouça nossa rádio

Procurando emprego? 10 dicas para elaborar um bom currículo

Confira as dicas para fazer um bom currículo:

"A primeira impressão é a que fica", já dizia o velho ditado. Um currículo bem elaborado é um diferencial que poderá estimular o entrevistador a convidar você para participar de um processo seletivo. Portanto, invista tempo e prepare-o com capricho!

Confira a seguir algumas dicas preciosas:

1.  Dados pessoais colocados no início facilitam a identificação do candidato. É desnecessário colocar número de documentos ou referências pessoais, exceto quando solicitado pela empresa.

 

2.  E-mail – Crie um e-mail profissional. Evite e-mails do tipo umagatinha@provedor.com.br

 

3.  Objetivo – Indique somente uma área de interesse. Caso queira se candidatar a oportunidades de áreas diferentes, é recomendável ter mais de um currículo com objetivos distintos.

 

4.  Qualificações – Lembre-se de que é um resumo. Destaque no máximo quatro principais qualificações adquiridas em experiências de trabalho formais e informais. Suas inúmeras habilidades poderão ser demonstradas ao longo do processo seletivo.

 

5.  Formação Acadêmica – Ordene de sua atual ou última graduação para a primeira, obedecendo a seqüência: Curso, Instituição de Ensino, Ano de conclusão ou ano de início e término. Coloque nível técnico ou ensino médio apenas quando for relacionado á formação atual ou área de interesse. O mesmo vale quando já tiver cursado mais de uma graduação.

 

6.  Experiências Profissionais – Mencione o nome da empresa e o período em que atuou lá. Colocar informações sobre a empresa mostra que você se preocupou em contextualizar quem analisa o currículo. É de muito bom tom usar!

 

7.  Atividades realizadas – Descreva sua experiência de forma objetiva, sempre respondendo á sigla CAR (Contexto, Ação e Resultado).

 

8.  Idiomas – Ao citar idiomas, detalhe seu nível de proficiência. Experiências de intercâmbio também são muito valorizadas. Lembre-se disso!

 

9.  Formação Complementar – Inclua os treinamentos e cursos que fizer, desde que tenham afinidade com a futura área de atuação.

 

10.  Atividades Complementares – Aproveite esse espaço para valorizar atividades exercidas por você no meio acadêmico e social.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × cinco =