O Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil e Construção Pesada de São Luís e mais 39 municípios do Estado do Maranhão (Sindconstrucivil-MA) continua fiscalizando as empresas e sindicalizando os trabalhadores em sua extensão de base.

 

Desta vez estiveram em São Bento no prédio da Secretaria Municipal de Saúde que está sendo ampliado e reformado. Nesta obra os trabalhadores estão operando por diárias no valor de R$ 100.00 o que é ilegal perante a Conceção Coletiva de Trabalho e a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho).

 

Logo após estiveram mais uma vez no prédio da UEMA onde está a Construtora Agrasty. Lá terminaram de sindicalizar o restante dos trabalhadores o que totaliza somente nesta empresa cerca de 200 sindicalizações. Nesta obra também há operários sem registro em Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS).

 

Ainda em São Bento estiveram na obra de reforma do Mercado Municipal da Cidade no qual a Construtora Pedra Azul pegou o serviço e com poucos trabalhadores (sem registro em CTPS) estão realizando a obra.

 

O Sindconstrucivil-Ma também passou pela MA014 as margens da cidade de São Vicente Férrer sindicalizando os trabalhadores da empresa Enciza Engenharia Ltda. Foram encontrados também nesta obra, trabalhadores sem registro em Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS).

 

O Sindconstrucivil-Ma notificou as empresas com irregularidades, dando um prazo de 10 dias para saná-las. Caso contrário, estas empresas serão denunciadas ao Ministério do Trabalho e demais órgãos competentes.

 

Presentes na Ação Sindical: Presidente Humberto França Mendes, 1°Secretário Jorge Luís Mendes e o Diretor Social Lauro dos Inocentes Filho.

 

 

Confira mais imagens na Galeria de Fotos