Reuniram-se na Sede do Sindconstrucivil-MA localizada na Praça da República n.3A, Diamante nesta cidade de São Luís- MA, o Sindconstrucivil-MA representado por seu Presidente, Humberto França Mendes e os Diretores Sindicais, Irineu da Silva Mendes e Jorge Luis França Mendes, acompanhados pelo assessor jurídico, Dr. Sutelino Coimbra Neto, OAB-MA 5.146 e a FETICEMA - Federação dos Trabalhadores na Indústria da Construção e do Mobiliário do Estado do Maranhão representada pelo seu presidente, Francisco das Chagas Viana e a NCST- Nova Central  Sindical de Trabalhadores do Estado do Maranhão, representada pelo seu presidente, Raimundo Henrique da Silva e a Empresa Cobra Brasil Serviços e Comunicações e Energia SA, CNPJ: 08.928.273/0001-02, representada pelos Srs. José Francisco Monteiro Viana e Gonçalo Delgado Hernando.

 

Abriu a reunião o presidente do Sindconstrucivil-MA o Sr. Humberto França Mendes, agradecendo a Deus em primeiro lugar e a todos os presentes pela iniciativa de comparecer ao sindicato para contribuir com o Acordo Coletivo de Trabalho. Em seguida, o presidente leu o Acordo anterior e também apresentou aos presentes a proposta dos trabalhadores objetivando melhorias no acordo anterior, propostas estas obtidas mediante visitas a obra e Assembleia realizada pelos trabalhadores no local.

 

Em seguida, após amplamente discutida a proposta para o Acordo Coletivo de Trabalho concordaram todos em manter as cláusulas anterior, alterar os pisos para incluir um aumento 4,385% (quatro vírgula trezentos e oitenta e cinco por cento) sobre o salário do mês de Julho de 2018, bem como a Cesta Básica passou para o valor de R$ 250.00 (duzentos e cinquenta reais) e todos os empregados alojados ou não, receberão. Ficou também definido a priorização da mão de obra do local da execução da obra em 70% (setenta por cento) exceto quando não comprovada a existência da mão de obra qualificada e disponível no local. As partes se comprometeram em se reunir para discutirem uma proposta de programa de participação de resultados- PPR para implantarem no acordo até o final de sua vigência. Os referidos repasses de aumento salarial serão retroativos a Agosto de 2018 e a Cesta Básica para todos os trabalhadores a partir de Outubro de 2018 para iniciar seu pagamento até o décimo dia do mês de novembro de 2018 e assim sucessivamente, bem como o aumento da hora extra do sábado passou para 60% (sessenta por cento) e os demais valores de hora extra ficaram como estavam.

 

 No tocante a folga de campo a Empresa disse que já existe uma programação e que fará os estudos necessários para que possa ser mexida em uma outra oportunidade, porém não é possível agora. Ficou também comprometida a Empresa a descontar e repassar ao Sindicato a taxa assistencial e negocial dos trabalhadores que deram suas expressas autorizações, a partir deste mês para ser pago no mesmo prazo, ou seja, até o décimo dia do mês de novembro de 2018 e assim sucessivamente, bem como se prontificou de informar o Sindicato de suas admissões mediante relatório mensal.

 

 Alertou o Sindicato que não farão jus aos benefícios conquistados a exemplo Cesta Básica e outros, os trabalhadores não sindicalizados. Em seguida, todos fizeram suas considerações finais e o Presidente Humberto França Mendes declarou encerrada a reunião.