SINDCONSTRUCIVIL – MA

Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil, Construção Pesada-Infraestrutura, Mobiliário, Artefatos de Cimento, Obras de Arte, Instalações Elétricas, Montagens e Manutenções Industriais, Construção e Manutenção de Rodovias, Ferrovias e Engenharia Consultiva

Ouça nossa rádio

Porto do Itaqui movimentou 1,7 milhão de tonelada de cargas em julho

 
O esforço contínuo dos colaboradores da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap) pelo aprimoramento levou a um novo marco. Em julho, o Porto do Itaqui superou 1,7 milhão de tonelada de cargas. Resultado inédito e alcançado pela evolução constante nas operações portuárias, que são planejadas com segurança e baseadas na confiança e na parceria entre Líderes e Liderados.


Do início do ano até julho, o porto maranhense movimentou quase 10 milhões de toneladas entre graneis líquidos e sólidos e carga geral. O aumento no volume alcançou um percentual de 15,4% quando comparado ao mesmo período de 2013. A meta até dezembro é bater outro recorde, 17 milhões de toneladas. Os resultados já alcançados refletem a postura inovadora adotada pela gestão Emap nos últimos anos. “A inovação abre e consolida mercados, ajuda a superar desafios, reduz custos, aumenta a produtividade, cria novas competências e gera sustentabilidade”, enfatizou Luiz Carlos Fossati, presidente da Emap.


A Diretoria de Operações (DOP), que tem à frente José Alves Magalhães, passou por uma reestruturação. As mudanças geraram oportunidades internas e o engajamento de novos profissionais contratados da área de logística e planejamento com os mais experientes do setor de operações. Ações como a implantação do regime de turno para coordenadores de operações garantindo melhor gestão 24 horas das operações, maior integração entre as áreas Operacionais e a Diretoria de Planejamento e Desenvolvimento, responsável pela captação dos novos clientes, e o realinhamento interno no setor com a participação de todos os envolvidos nas operações portuárias, impactaram positivamente nos resultados alcançados.
 
“Temos uma equipe qualificada com disposição para servir e com capacidade e desejo de evoluir e a vontade de superar resultados. Incentivamos esse comportamento que faz toda a diferença”, comemora Magalhães.
 
O novo cenário induz ao conhecimento compartilhado, metodologia de trabalho assimilada e comprometida com novas posturas além de uma gestão integrada de processos.


O Itaqui é um porto multiuso com vantagens de movimentar cargas variadas. Nos sete primeiros meses do ano, destaque para o aumento no volume das cargas gerais em torno de 150% e dos graneis sólidos e líquidos alcançou o percentual de 12%. Vale ressaltar que nas cargas gerais estão a celulose, os trilhos e os contêineres. Enquanto que para os graneis sólidos, o destaque ficou com o carvão, milho, soja, clínquer (matéria prima do cimento) e os fertilizantes.
 
 
 
Fonte: ImparcialOnline
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − doze =