SINDCONSTRUCIVIL – MA

Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil, Construção Pesada-Infraestrutura, Mobiliário, Artefatos de Cimento, Obras de Arte, Instalações Elétricas, Montagens e Manutenções Industriais, Construção e Manutenção de Rodovias, Ferrovias e Engenharia Consultiva

Ouça nossa rádio

Em um ano, Mais Médicos atendeu 32% da população maranhense

Desde que foi lançado em julho do ano passado, o programa Mais Médicos, do Governo Federal, beneficiou, de acordo com o Ministério da Saúde (MS), pouco mais de 2,2 milhões de pessoas no Maranhão, percentual equivalente a 32% da população do estado, estimada atualmente em 6.850.884 pessoas, de acordo com o IBGE. Ainda segundo o MS, desde julho do ano passado, 626 médicos – 576 estrangeiros e 50 brasileiros – foram habilitados para trabalhar em 174 municípios maranhenses por meio da iniciativa do Governo Federal.

 

O MS também informou que, desde a implantação no Maranhão do Mais Médicos, houve elevação de 35% na quantidade de consultas de atenção básica; de 22% no número de consultas agendadas; e redução em 30% no índice de pacientes encaminhados às unidades de saúde.

 

São Luís foi a cidade que recebeu o maior número de profissionais por meio da iniciativa do Governo Federal. Ainda segundo o MS e com base em dados fornecidos pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus), 24 médicos ( 20 brasileiros e quatro estrangeiros) trabalham atualmente na rede de atendimento da cidade e integram o programa.

 

Segundo a coordenadora do Programa Mais Médicos no Maranhão, Isabel Macêdo, a incorporação de profissionais por meio da iniciativa do Governo Federal trouxe benefícios essenciais para a oferta dos serviços de saúde. "Hoje é mais fácil para a população ter acesso a qualquer profissional médico. Os índices de satisfação das pessoas, em relação ao atendimento prestado especialmente pelos profissionais estrangeiros, têm sido extremamente positivos. Podemos afirmar que o programa Mais Médicos é um sucesso no estado", afirmou.

 

Ainda de acordo com a coordenadora do programa, no ano que vem deverão ser encaminhados novos profissionais ao estado. "Este ano, não deveremos receber novos médicos. No ano que vem, há uma garantia do Ministério da Saúde de que profissionais serão encaminhados ao Maranhão", informou Isabel Macêdo.

 

Municípios – Em todo o país, com base em levantamento do MS, 14.462 profissionais de saúde estão trabalhando em 3.785 municípios brasileiros, por meio do programa Mais Médicos, beneficiando cerca de 50 milhões de pessoas. O Ministério da Saúde prevê que, nos próximos quatro anos, serão 31 mil profissionais habilitados, em todo o país, por meio do programa Mais Médicos, representando uma expansão de pouco mais de 114% na cobertura da iniciativa do Governo Federal.

Fonte:O Estado do Maranhão/Thiago Bastos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − 15 =