Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil de São Luís – MA

Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil de São Luís – MA

Ouça nossa rádio

Construção Civil é destaque no bom desempenho do Maranhão no mercado de trabalho formal

Os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) confirmam a retomada do emprego com carteira assinada no segundo semestre deste ano no Maranhão. Em agosto, foram criados 3.918 postos de trabalho, o que equivale à expansão de 0,82% em relação ao estoque de assalariados com carteira assinada do mês anterior.

 

De acordo com o Caged, o bom desempenho do mercado formal de trabalho no Maranhão teve grande contribuição dos setores de construção civil, que mês passado gerou 2.188 novos postos de trabalho, e de comércio e serviços, que criaram 805 e 641 vagas, respectivamente.

 

Na série ajustada, que incorpora as informações declaradas fora do prazo, nos primeiros oito meses do ano houve acréscimo de 4.849 postos (+1,01%). Nos últimos 12 meses, verificou-se crescimento de 1,97% no nível de emprego ou 9.343 novos postos de trabalho.

 

Além dessas três atividades, destaques para a indústria de transformação, que gerou 195 vagas em agosto, incremento de 0,44%, o setor agropecuário, que criou 117 postos de trabalho com carteira assinada (+0,48%). Também tiveram desempenho positivo, embora, em volume muito menor, as atividades da administração pública e extrativa mineral, que geraram 17 e quatro vagas, respectivamente. O único setor que recuou foi serviços industriais de utilidade pública, que teve o fechamento de 49 postos de trabalho no período.

 

O bom resultado do mercado de trabalho maranhense contribuiu para que o país registrasse, em agosto, o melhor desempenho dos últimos três meses, com um saldo de 101.425 novas vagas. Assim como no Estado, na média geral do Brasil se destacaram as atividades de comércio, serviços e Construção Civil.

 

Os dados do Caged mostram que no país o setor que mais gerou empregos foi novamente o de serviços, com 71,2 mil novas vagas. Esse desempenho está associado, segundo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) à importância crescente do setor no dia a dia dos brasileiros.

Fonte:Imirante.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − 4 =