Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil de São Luís – MA

Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil de São Luís – MA

Ouça nossa rádio

Desperdício de água em lava-jatos preocupa Caema

 

A falta de água tem sido uns dos assuntos mais comentados nos últimos dias no país, as regiões sul e sudeste têm sofrido com a escarces do líquido precioso. No Maranhão o racionamento já vem sendo feito há anos pela precariedade no abastecimento de  água, e por este motivo os maranhenses aprenderam a economizar.

 

O jornal O Imparcial esteve em alguns bairros e detectou que o maior problema enfrentado pela comunidade é a falta de água, e quando há o abastecimento, o desperdício é causado por instalações hidráulicas precárias provocando o famoso pinga-pinga ou por flanelinhas que utilizam ligações de água  de maneira ilegal para a lavagem de carros.  

 

A maior preocupação da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) é evitar  o desperdício de água com frequentes fiscalizações e por meio de denúncias. Para monitorar melhor a distribuição, o órgão instala contadores com o objetivo de contabilizar a quantidade de água gasta.

 

O maiores índices registrados de desperdício está relacionado a lava-jatos clandestinos que não possuem assim a autorização devida da Caema e da prefeitura. “Temos o maior índice em consumo de água em todo o estado e possuímos um índice muito baixo de hidrômetro que estamos fiscalizando para que tudo seja regularizado. Para postos de lava-jatos funcionarem tem que existir a  autorização da Caema e um alvará da prefeitura, se não houver estadas documentações os postos são considerados irregulares”  relata o Diretor de Operação, manutenção e atendimento ao cliente da Caema Nelson Cavalcante.

 

Campanhas de conscientização de como economizar água  estão feitas em propaganda e na educação escolar. Algumas dicas básicas podem ser seguidas no dia-a-dia  como estas:

1 – No Banho:  Não fique com o chuveiro aberto

2 – Ao escovar os dentes: escove os dentes e enxágue a boca com a água do copo.

4 – Na torneira: não deixe a  torneira aberta litros/dia. Feche bem as torneiras.

 

5 – Vazamentos: Um buraco de 2 milímetros no encanamento desperdiça cerca de 3 caixas d’água de mil litros.

 

6 – Na caixa d’água: mantenha-a tampada e não a deixe transbordar

 

7 – Na lavagem de louças: Lavar louças com a torneira aberta, ensaboe a louça com a torneira fechada e depois enxágue tudo de uma vez.

8 – Regar jardins e plantas: No inverno, a rega pode ser feita dia sim, dia não, pela manhã ou à noite.

9 – Lavar carro: Só lave o carro uma vez por mês, com balde de 10 litros, para ensaboar e enxaguar.

 

Fonte:Imparcial.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 − 2 =