Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil de São Luís – MA

Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil de São Luís – MA

Ouça nossa rádio

SINDCONSTRUCIVIL comparece a reunião de negociação com a empresa Artepa no município de Santa Rita

 

Em viagem ao município de Santa Rita, a 78km da capital, o Presidente do SINDCONSTRUCIVIL, Humberto França Mendes; O Diretor do Dpto. de Esportes e Lazer, Lauro dos Inocentes Filho e o Assessor Jurídico, Dr.Sutelino Neto estiveram mediando uma reunião de negociação com o Grupo Aterpa.

 

 A reunião tratou da paralisação dos trabalhadores da Aterpa no bairro da Estiva em São Luis, ocorrida ainda neste mês em que o SINDCONSTRUCIVIL esteve presente, acionado pelos próprios trabalhadores.  Na reunião ocorrida no município de Santa Rita também estiveram presentes: Francisco Viana – Representante da FETICEMA (Federação dos Trabalhadores Da Indústria da Construção do Estado do Maranhão) e José Domingos (Presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de Rosário). Além dos representantes do Grupo Aterpa.

O principal ponto discutido na reunião foi a decisão o entre o Sindicato dos Trabalhadores de Rosário e o SINDCONSTRUCIVIL (Sindicato de São Luís) da responsabilidade sobre os trabalhadores que atuam na obra da Aterpa. Uma vez que alguns destes trabalhadores residem em São Luís sendo assistidos pelos serviços do SINDCONSTRUCIVIL, mas operam no município de Bacabeira (construção da Ponte de que interliga os municípios de São Luís e Bacabeira). No entanto, este território abrange a base do Sindicato de Rosário, que também assiste estes trabalhadores.

 Ambos os Sindicatos chegaram a uma decisão comum: Independente da quantidade de trabalhadores que residem em São Luís e operam na obra, 30% do total destes, serão assistidos pelo SINDCONSTRUCIVIL e o restante (70%) pelo Sindicato de Rosário.

Após resolvida esta questão, a empresa Aterpa fez um Acordo Coletivo de Trabalho junto com o SINDCONSTRUCIVIL, O Sindicato dos Trabalhadores de Rosário e  a Feticema sobre a PLR (Participação nos Lucros e Resultados) -outro ponto importante da reunião – para beneficiar os trabalhadores.

Todas as cláusulas com as condições deste acordo serão documentadas, assinadas pelas partes e posteriormente divulgada aos trabalhadores, para que os mesmos possam participar do ganho deste benefício de acordo com a lei.

 Uma proxima viagem a Santa Rita já foi agendada apenas para as partes receberem o Acordo Coletivo já pronto e devidamente formalizado. As demais reivindicações dos trabalhadores, já tinham sido discutidas e posteriormente foram atendidas pela empresa, dentro das possibilidades da mesma.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + 13 =