SINDCONSTRUCIVIL – MA

Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil, Construção Pesada-Infraestrutura, Mobiliário, Artefatos de Cimento, Obras de Arte, Instalações Elétricas, Montagens e Manutenções Industriais, Construção e Manutenção de Rodovias, Ferrovias e Engenharia Consultiva

Ouça nossa rádio

Trabalhadores de Miranda do Norte cobram idoneidade da empresa Lastro Engenharia na capital

 

Trabalhadores da Lastro Engenharia, estiveram em frente ao escritório da empresa no bairro Quintas do Calhau, para reivindicarem salários atrasados e verbas rescisórias. Os trabalhadores são da cidade de Miranda do Norte e operavam em um grande residencial de imóveis do Programa Minha Casa Minha Vida nesta localidade. Segundo eles, a obra foi parada pela empresa, que dispensou todos os trabalhadores, porém, não pagou nenhum. A promessa seria de pagá-los, mas a empresa sempre "dava uma desculpa" e não fazia os pagamentos. De acordo com os trabalhadores, existem operários com salários atrasados há 06 meses.

 

"Desta vez, a situação chegou ao limite." diziam os trabalhadores.Os operários vieram pra São Luís em um ônibus particular, pago por eles mesmos,  com o objetivo de pressionar a empresa com a ajuda do Sindicato. Os trabalhadores são representados pelo Sindicato na Indústria da Cosntrução Civil de Itapecuru mas como seu presidente encontrava-se doente, solicitou a representação do SINDCONSTRUCIVIL e da FETICEMA na questão.O  Vice- Presidente da Federação dos Trabalhadores da Indústria da Construção do Maranhão (FETICEMA) e Primeiro Secretário do SINDCONSTRUCIVIL, Jorge Luis Mendes juntamente com o Diretor de Patrimônio do SINDCONSTRUCIVIL , José dos Santos Ferreira estiveram somando forças com os trabalhadores nesta reivindicação.

 

Os trabalhadores afirmam que compram fiado nos comércios de Miranda do Norte e não têm nenhuma condição de quitar  suas dívidas. Todos os operários alegam que a situação para eles e suas famílias está insustentável, a ponto de virem até a capital por sua conta e risco, a fim de resolverem urgentemente este impasse com a Lastro Engenharia.

 

 A pedido do SINDCONSTRUCIVIL e da FETICEMA, a imprensa esteve no local para mostrar esta lamentável situação para toda sociedade.Depois de horas em frente ao escritório da Lastro Engenharia, o jurídico da empresa teve uma conversa preliminar com os trabalhadores juntamente com representantes do Sindicato Nacional das Indústrias da Construção Civil ( Sinduscon-Ma) que também esteve no local. Logo após, uma reunião formal com uma comissão de 5 trabalhadores; representante do SINDCONSTRUCIVIL e FETICEMA; representantes do Sinduscon-Ma e representantes da Lastro Engenharia foi realizada em caráter da urgência para dar uma resposta aos trabalhadores.

 

 De início, a empresa queria estabelecer um acordo coletivo com os trabalhadores, firmando os pagamento dos salários atrasados e verbas rescisórias por um parcelamento que começaria no dia 25 deste mês. Os trabalhadores não concordaram. As negociações continuam e a FETICEMA e o SINDCONSTRUCIVIL continuam a frente dos trabalhadores para representá-los e defendê-los.

 

Confira mais imagens na Galeria de Fotos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte + dezesseis =