SINDCONSTRUCIVIL – MA

Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil, Construção Pesada-Infraestrutura, Mobiliário, Artefatos de Cimento, Obras de Arte, Instalações Elétricas, Montagens e Manutenções Industriais, Construção e Manutenção de Rodovias, Ferrovias e Engenharia Consultiva

Ouça nossa rádio

Realizada blitzen do SINDCONSTRUCIVIL-MA nas empresas Agrasty Construções e D3 Arquitetura

No dia 31 de janeiro de 2022 (segunda-feira), o Sindconstrucivil-MA representado pelo Diretor Sindical Lauro dos Inocentes Filho, o Diretor de Arquivos e Memória, José dos Santos Ferreira e a funcionária Jeane Amorim, esteve fiscalizando as obras da empresa Agrasty Construções LTDA e da D3 Arquitetura e Construções Eireli.

 

As obras visitadas foram:
Obra:  Prestação de serviço de conclusão das praças da juventude (Barreto, Maiobão, Turiúba e Nova Terra)
Empresa: Agrasty Construções Ltda, CNPJ: 63.407.548/0001 – 70
Endereço: Av.04 Maiobão.

 Irregularidades:
Trabalhadores sem carteiras assinadas
Sem fardamento
Sem equipamento de segurança individual
O dinheiro de passagem para o transporte está em atraso
Banheiros e refeitórios impróprios
Não recebem contracheques
Só recebem pagamento após o dia 10 de cada mês

Obra: Serviço de Obras e Engenharia da Construção da Escola Municipal no Residencial Nova Terra
Empresa:  D 3 ARQUITETURA E CONSTRUCOES EIRELI, CNPJ: 18.874.786/0001-31.
Endereço: Rua Signo de Capricórnio, Qd.33, Res. Nova Terra, São José de Ribamar.

Irregularidades:
Trabalhadores sem carteiras assinadas
Sem fardamento
Sem equipamento de segurança individual
Não recebem passagem para o transporte
Banheiros e refeitórios impróprios
Alimentação insatisfatória

Obra: Prestação de serviço de conclusão das praças da juventude (Barreto, Maiobão, Turiúba e Nova Terra)
Empresa: Agrasty Construções Ltda, CNPJ: 63.407.548/0001 – 70
Endereço: Rua Signo de Capricórnio, Qd.33, Res. Nova Terra, São José de Ribamar

Irregularidades:
A obra está parada e está apenas com um trabalhador que é do almoxarifado.

O sindicato irá notificar as empresas, dando um prazo para que as mesmas regularizem os problemas da obra e os trabalhadores não sejam prejudicados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − 12 =