Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil de São Luís – MA

Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil de São Luís – MA

Ouça nossa rádio

Lei Nacional estabelece fim dos lixões

A lei de número 12.305/2010, que estabelece a Política Nacional de Recursos Hídricos (PNRS) diz que a partir do mês de agosto deste ano, todos os municípios brasileiros deverão eliminar seus lixões. Segundo o último levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE), em média, só em São Luís, cada habitante produz por dia cerca de 750 gramas de lixo, cena que não é difícil ser retratada em lixões espalhados pela cidade.

 

O químico industrial e doutor em geoquímica ambiental, Odilon Teixeira de Melo, acredita que a Lei poderá melhorar a coleta, a destinação e os tratamentos adequados dos resíduos sólidos.

 

“O chorume de cor escura, que é produzido pela decomposição do lixo, é composto de várias substâncias tóxicas contaminantes (orgânicos e inorgânicos). Quando lançadas ou despejada no ambiente pode contaminar os recursos hídricos superficiais e subterrâneos”, disse Odilon Teixeira.

 

Os lixões afetam diretamente a saúde daqueles que trabalham como catadores e indiretamente quando ocorre a contaminação das águas, como acima referido. Para o geoquímico ambiental, o que ocorre no Brasil e, especialmente, no Maranhão, é que o lixo separado seletivamente é posteriormente mistura na sua destinação final. Isto é uma consequência da falta de reciclagem em nosso estado.

 

“Para resolver em 90% esse problema, precisa-se de diversas ações, como: vontade política dos gestores públicos, para dar uma destinação adequada dos resíduos sólidos próximos em todos os municípios, melhoria na eficiência da coleta, aumentar a reciclagem de materiais, educação e conscientização da população como um todo”, acredita o geoquímico.

Fonte:Imparcial.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − dez =