SINDCONSTRUCIVIL – MA

Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil, Construção Pesada-Infraestrutura, Mobiliário, Artefatos de Cimento, Obras de Arte, Instalações Elétricas, Montagens e Manutenções Industriais, Construção e Manutenção de Rodovias, Ferrovias e Engenharia Consultiva

Ouça nossa rádio

Linha Expressa Metropolitana tem 90% de aprovação dos usuários

Honório Moreira/OIMP/D.A Press

 

Em funcionamento há um mês, a Linha Expressa Metropolitana possui alto índice de aprovação dos usuários que precisam fazer o deslocamento diário entre São Luís e São José de Ribamar. Segundo o Instituto Exata, 90% dos usuários dizem estar “satisfeitos” com a nova linha de ônibus, que faz o itinerário entre as duas cidades em uma hora e meia.

 

Implementada pelo governo Flávio Dino, a Linha Expressa Metropolitana faz o transporte de passageiros entre São Luís e São José de Ribamar pela tarifa de R$ 2,80, com ar-condicionado, poltrona acolchoada e adaptação para pessoas com dificuldade de locomoção.
 
 
Um total de 99% dos usuários entrevistados disseram que o serviço “deve continuar, porque fará falta se for desativado”. Já em relação ao número de paradas, 74% dos usuários diz ter quantidade “adequada”, já que o serviço possui 20 paradas pré-definidas. Outros 21% acham que o número de paradas “inadequado”. Já 5% não opinaram.
 
 
 
Os usuários também foram ouvidos quanto ao número de linhas disponíveis e 64% afirmaram que a quantidade é inadequada, enquanto outros 32% acham adequada. Hoje, a Linha Expressa conta com 10 ônibus em operação. Segundo a Agência de Mobilidade Urbana, até o fim de novembro, a quantidade de linhas à disposição da população será duplicada.
 
 
Preço da passagem
 
Os passageiros também responderam ao questionário quanto ao preço das passagens, se estariam caras, em conta ou baratas. A maior parte respondeu que o preço da passagem está “em conta”, num total de 69% dos entrevistados; 21% consideraram a passagem “cara” e outros 6% acham a passagem barata; 5% não souberam responder ou preferiram não opinar.
 
 
Fonte/Foto: Imparcial.com/Honório Moreira/OIMP/D.A Press

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze − 7 =