Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil de São Luís – MA

Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil de São Luís – MA

Ouça nossa rádio

Construtora Aterpa recebe impressos do acordo da Participação nos Lucros e Resultados

 

O SINDCONSTRUCIVIL fez uma blitz na Construtora Aterpa, na Estiva, onde os trabalhadores receberam os livros impressos do acordo de PLR (Participação nos Lucros e Resultados) que foi estabelecido com esta empresa.

 

Os trabalhadores denunciaram que a empresa ATERPA estaria pagando de duas vezes o pagamento da Cesta Básica no valor de 200, 00 reais, o que é irregular. A Convenção Coletiva de Trabalho da Categoria afirma que o pagamento da Cesta Básica deve ser pago de uma vez só, independentemente se a empresa fornece a alimentação ou não aos trabalhadores.

 

 

 

Os trabalhadores também informaram que a Construtora Aterpa teria comunicado que a primeira parcela da PLR, que deverá ser paga no mês de Outubro, não será mais paga. Sobre esta denúncia, o SINDCONSTRUCIVIL ainda não pode se pronunciar, pois o mês de outubro ainda nem começou.

 

 

 

Mas, sobre o parcelamento do pagamento da Cesta Básica, a Construtora Aterpa está irregular, pois a Convenção da Categoria é bem clara e afirma que este pagamento não poderá ser parcelado. O SINDCONSTRUCIVIL vai tomar as devidas providências, encaminhando um ofício para a empresa e dando um prazo de 72hs para regularização do problema. Caso contrário, os trabalhadores vão usar a força do Sindicato e cruzar os braços, tanto para a questão da Cesta Básica, quanto para outro problema que é a questão dos trabalhadores demitidos pela Construtora Aterpa, com um ano ou mais de empresa, que são levados para homologar sua rescisão no Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de Rosário.

 

Uma parte destes trabalhadores é residente em São Luís e trabalha na base territorial do nosso sindicato em São Luís. Nesse sentido, não há razão para a empresa levar estes trabalhadores para homologar na cidade de Rosário. Para o SINDCONSTRUCIVIL, estas duas questões estão irregulares.

 

 

 

Aproveitando a oportunidade o SINDCONSTRUCIVIL foi até a Construção da Ponte do Estreito dos Mosquitos onde também se encontra a Construtora Aterpa, junto com a Empresa Engemonte e demais terceirizadas. Foi conversado com os trabalhadores destas empresas que todos têm o mesmo direito a receberem a PLR. A partir do momento que os trabalhadores da Construtora Aterpa, receberem este benefício, serão tomadas as devidas providências para que os trabalhadores das terceirizadas também recebam. Vai depender também, da união de todos os operários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × três =