Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil de São Luís – MA

Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil de São Luís – MA

Ouça nossa rádio

Programa Mãos Que Controem. Site do SINDCONSTRUCIVIL lançará série sobre cursos da Construção Civil

A concorrência aumenta e a mão de obra especializada diminui. Isso é o que acompanhamos diariamente no mundo corporativo. Mas qual o motivo dessa situação? Existem culpados? O que fazer para mudar esse paradigma?

Isso acontece por falta de preparo de empresas que não dedicam um tempo para capacitar e qualificar seu funcionário, educação que não se importa com a qualificação técnica das crianças e sim com a formação tradicional, a população que não se interessa ou não tem condições de se qualificarem com cursos profissionalizantes, planos do governo que facilita ao povo o desinteresse pelo trabalho e diversos outros motivos.

Empresas querem e precisam de mão de obra qualificada, mas poucas investem em treinamento, aperfeiçoamento e capacitação de seus colaboradores para devidos fins. Às vezes, por falta de preparo ou por falta de custo, mas qualquer que seja o motivo, ainda age de forma sucinta sobre o assunto. Claro que é muito mais fácil e prático buscar no mercado um profissional “pronto” para uma função específica do que pegar um colaborador da empresa e capacitá-lo para exercer tal função.

Mas este não é o pensamento do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil de São Luis, que busca a todo instante inserir no mercado de trabalho a prata da casa. Profissionais do nosso estado que podem e estão se preparando para ocupar os mais diversos e importantes cargos no mercado de trabalho.

Graças a iniciativa do Programa Mãos Que Constroem, em parceria com a FIEMA/SENAI e SINDUSCON, este cenário já é uma realidade e você irá acompanhar aqui no site do SINDCONSTRUCIVIL e nas edições bimensais do Jornal dos Trabalhadores, uma série com os cursos de capacitação oferecidos através desta parceria. Fique atento!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 1 =