Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil de São Luís – MA

Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil de São Luís – MA

Ouça nossa rádio

SINDCONSTRUCIVIL continua com rodada de negociação entre Representantes da REGAF e Comissão de Trabalhadores.

 

Na tarde de ontem (17 de setembro) aconteceu mais uma reunião entre trabalhadores da REGAF Montagens Industriais e representantes da empresa. O SINDCONSTRUCIVIL (1º Secretário- Jorge Luís França Mendes e o Diretor Social- Lauro dos Incocentes Filho) esteve presente na reunião, lutando em favor das reivindicações dos trabalhadores.

 

 

A pauta com todas as reivindicações dos trabalhadores, novamente foi discutida:

 

  • Que os 25% de adicional de transferência seja incluído nas horas extras. Ou seja, em todas as verbas recebidas pelos mesmos.
  • A folga de campo de 8 (oito) dias e que esses dias sejam todos pagos pela empresa e a folga seja em cada 60 (sessenta) dias.
  • O aumento da cesta básica mensal no valor de R$ 400,00 (quatrocentos reais), pelo fato dos trabalhadores não receberem o adicional de insalubridade, mesmo trabalhando em área insalubre.
  • O plano de saúde gratuito para os trabalhadores e seus depedentes.
  • Que as horas extras trabalhadas nos sábados sejam pagas com o adicional de 100% (cem por cento).
  • A PL – Participação nos Lucros da empresa.
  • Melhores condições nos alojamentos.
  • Melhorias na qualidade das refeições, que segundo os trabalhadores estariam fazendo mal a eles.
  • Uma garantia no emprego de 06 (seis) meses para cada trabalhador que faz parte da Comissão de Negociação.

 

De todas as reivindicações, a empresa já atendeu as melhorias nos alojamentos e a qualidade das refeições. Os próprios trabalhadores confirmaram essas melhorias.

 

A empresa alegou que atenderá a reivindicação da folga de campo, não sendo necessário os trabalhadores pagarem 2 (dois) dias.

 

Os empresários também atenderam a permanência dos trabalhadores da comissão até o fim do contrato da obra (término da obra).

 

Sobre a PL (Participação nos Lucros) a empresa garantiu que pagará uma parcela fixa aos trabalhadores, porém, ainda vai estudar o valor, entregando o documento da PL ao sindicato.

 

A respeito do aumento da cesta básica, a empresa informou que terá que estudar a reivindicação com mais calma para apresentar sua resposta: Se poderá ou não aumentar este benefício, e se caso puder aumentar, qual seria o valor.

 

Sobre as demais reivindicações, a empresa alega não ter condições de atender.

 

Na próxima semana, 23 de Setembro às 09:00 horas da manhã, haverá mais uma reunião para o posicionamento da empresa sobre o benefício da cesta básica. As negociações continuam.

 

 

 

 

Leia também: SINDCONSTRUCIVIL participa de negociação entre trabalhadores da REGAF e representantes da empresa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × três =