SINDCONSTRUCIVIL – MA

Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil, Construção Pesada-Infraestrutura, Mobiliário, Artefatos de Cimento, Obras de Arte, Instalações Elétricas, Montagens e Manutenções Industriais, Construção e Manutenção de Rodovias, Ferrovias e Engenharia Consultiva

Ouça nossa rádio

BLITZ continua pelos bairros da Areinha, Estrada da Maioba e em São José de Ribamar.

 

 

A Blitz dessa semana aconteceu com a mesma intensidade das demais, porém, em outros bairros. Ontem (16) a ação dos Fiscais do SINDCONSTRUCIVIL: Presidente Humberto França Mendes e o Diretor do Dpto. de Esportes e Lazer, Lauro dos Inocentes Filho, aconteceu nos bairros da Areinha e em São José de Ribamar.

 

Na Areinha a empresa fiscalizada foi a REFORMAR que está atuando na Construção da Sede da Superitendência Regional do Trabalho e Emprego no Maranhão. Uma obra do Governo Federal em parceria com o Governo do Estado.

Esta obra já havia sido visitada anteriormente, onde foram encontradas diversas irregularidades. Nesta nova visita ainda havia irregularidades tais como: Trabalhadores sem registro na CTPS/ Bebedouros Sujos/ Banheiros sem manutenção.

O Presidente do Sindicato conversou com os engenheiros da obra que ficaram de sanar as irregularidades encontradas.

 

 

 

Ainda no bairro da Areinha, a outra empresa visitada foi a ARTEC CONSTRUTORA que faz o serviço de esgotamento sanitário desta região em parceria com a Companhia de Água e Esgotos do Maranhão (CAEMA).

Segundo os próprios trabalhadores, a empresa não os paga com o Piso da Construção Pesada. Para os Fiscais do Sindicato a empresa está errada em pagar um piso inferior aos operários. De acordo com o Presidnente do SINDCONSTRUCIVIL, Humberto França Mendes, a ARTEC CONSTRUTORA deve remunerar seus operários de acordo com a Convenção Coletiva da Construção Pesada e mais o auxílio da Cesta Básica. Pois a empresa se enquandra nesta categoria por trabalhar com equipamentos tais como: tratores e demais máquinas pesadas. Além das suas obras serem de grande porte.

 

 

 

Outra empresa visitada foi a CONPAVE-CONSTRUTORA DE PAVIMENTAÇÃO E ESTRUTURA LTDA, que está operando na Estrada de Ribamar na construção de uma loja de variedades ainda por inaugurar, chamada de Ribeiro Home Center.

Nesta obra, os trabalhadores estão totalmente irregular: Sem registro em suas CTPS/ Sem receberem seus salários de acordo com o piso da Convenção Coletiva de Trabalho/ Não recebem Vale Refeição/ Não possuem refeitórios/ Não possuem Bebedouros/ Não possuem banheiros/ Não possuem Equipamento de Proteção Individual.

O Sindiconstrucivil deixou uma notificação no local, dando uma prazo breve, para que a empresa regularize a situação dos operários.

 

 

 

Já na Estrada da Maioba, em frente ao Wang Park, está sendo construído um grande prédio residencial, os trabalhadores que operam nesta obra pertencem a empresa PENTÁGONO LTDA. Os operários também encontram-se em situação irregular: Sem registro em suas CTPS e sem receberem seus salários de acordo com a convenção coletiva de trabalho da categoria. Como nas demais empresas visitadas, foi deixada uma notificação para que a mesma providencie imediatamente, a regularização dos trabalhadores.

 

 

No cais da cidade de São José de Ribamar, a obra é pertecente ao Governo do Estado do Maranhão em conjunto com o Porto do Itaqui. No momento da visita, não haviam trabalhadores no local, mas segundo informações dos moradores da região a obra ainda está acontecendo e os trabalhadores retornariam no dia seguinta. O SINDCONSTRUCIVIL voltará a esta obra e verificará a situação destes trabalhadores.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte + dois =