SINDCONSTRUCIVIL – MA

Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil, Construção Pesada-Infraestrutura, Mobiliário, Artefatos de Cimento, Obras de Arte, Instalações Elétricas, Montagens e Manutenções Industriais, Construção e Manutenção de Rodovias, Ferrovias e Engenharia Consultiva

Ouça nossa rádio

SINDCONSTRUCIVIL Fiscaliza Canteiros de Obras da Empresa Gomes Sodré Engenharia Ltda

 

Os Fiscais do Sindconstrucivil (Presidente Humberto França Mendes, Primeiro Secretário, Jorge Luís Mendes e o Diretor do Depto. de Esportes e Lazer, Lauro dos Inocentes Filho)  aproveitaram o dia 04 de outubro para fiscalizarem algumas obras da Empresa Gomes Sodré Engenharia LTDA, no caso:

 

A Construção do Campo de Beach Soccer no bairro da Camboa ao lado da Ponte Bandeira Tribuzzi. Neste canteiro de obras os trabalhadores estão com CTPS (Carteiras de Trabalho e Previdência Social) assinadas; Recebem o fardamento; Possuem EPI; Estão recebendo o piso da categoria estabelecido na Convenção Coletiva de Trabalho; este canteiro possui banheiro químico para as necessidades fisiológicas dos trabalhadores, como também, a empresa fornece alimentação. No entanto, falta uma tenda para servir de refeitório aos trabalhadores. Falta também fornecer mais uma farda para os operários pois os mesmos só possuem uma.

 

 

 

Também foi fiscalizada a Construção da Praça Valdelino Celsio, outra obra da Construtora Gomes Sodré, que fica ao lado da Rua 28, no Bairro Reviver. Lá os trabalhadores entregaram as CTPS para a empresa mas a mesma não lhes devolveu. Para o Sindconstrucivil as CTPS ainda não estão assinadas, pois, só considera-se assinadas, quando as CTPS já estão nas mãos dos trabalhadores registradas. Além disso, o prazo para a devolução destas CTPS já passou, seria de no máximo de 48hs segundo a Lei.

 

Nesta obra, falta ter um refeitório para os trabalhadores, pois ainda que a empresa forneça a alimentação é necessário ter um refeitório apropriado para o conforto dos operários. Falta também, os trabalhadores receberem mais uma farda, pois segundo eles, só receberam uma até agora. A empresa falta tembém, melhorar as condições de higiene dos banheiros.

 

 

 

A Blitz também passou em mais uma obra da Construtora Gomes Sodré, desta vez na Lagoa da Jansen na Praça Frei Antônio que fica na Av. Principal. Neste canteiro: Falta assinar as CTPS de alguns trabalhadores; Falta fornecer o fardamento completo, ou seja, mais uma farda para os operários; Também falta equipar os refeitórios, colocando uma tenda para proteção contra o sol e chuva e falta fornecer um banheiro químico para as necessidades fisiológicas dos trabalhadores.

 

A empresa foi notificada, concedendendo um prazo de 10 dias para regularização dos problemas encontrandos. Sob o risco de ser penalizada via Superitendência Regional do Trabalho e demais órgãos competentes, caso não cumpra com a notificação.

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × dois =